Onça-negra

Uma coisa que sempre fiquei curioso era sobre a onça-negra: ela é uma espécie difefente ou é uma onça que "resolveu" mudar de cor?



Na verdade, ela é a onça-pintada (Panthera onca) e não uma espécie diferente. O que acontece é que onças pretas possuem uma alteração genética chamada melanismo, que faz com que esses felinos apresentem coloração escura devido ao excesso de melanina (pigmento que dá cor ao pelo).

O melanismo seria o contrário do albinismo. No albinismo, a pele/pelagem fica branca, sem melanina nenhuma. Já no melanismo é produzida muita melanina, conferindo coloração escura aos felinos.

Em muitos casos, as pintas que são características desses animais podem ser vistas em determinados ângulos sob a luz do sol.


Além da onça, felinos como o leopardo, caracal, gato de Geoffrey, gato maracajá mirim, bobcat, jaguatirica, jaguarundi e serval podem apresentar o melanismo, que é hereditário, mas não necessariamente passado de uma geração para outra. Já foram encontradas ninhadas com filhotes de coloração mista: uns negros e outros com pelagem normal.
Acredita-se que o melanismo possa ser benéfico para seus portadores na hora da caça dependendo do local onde vivem. Leopardos com características melanísticas são mais frequentemente encontrados em florestas tropicais densas do Sudeste da Ásia - acredita-se que sua coloração escura seja uma camuflagem perfeita no interior das florestas em condições onde há pouca luz solar, o que é uma grande vantagem na hora da caça.
__________________
Onça-negra Onça-negra Reviewed by Túlio Lima Botelho on 21:49 Rating: 5

Nenhum comentário: