Tempo de seca, tempo de queimadas

Para quem vive principalmente nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, sabe que durante o inverno, em todos os anos, é a mesma coisa: o tempo fica seco e as queimadas reinam na paisagem. Num ano mais brandas, em outro mais frequentes (como está sendo em 2010). Mas por que ocorrem tantas queimadas? São todas feitas pelo homem? Por que algumas parecem começar "do nada"?

No Cerrado, o fogo faz parte da história natural do bioma, sendo um fator importantíssimo para o desenvolvimento de algumas plantas. O fogo ocorre naturalmente nessa região, principalmente a partir de raios que caem no local e começam os incêndios. Esses incêndios acontecem principalmente na estação chuvosa.

Outras maneira de um fogo começar "do nada" no Cerrado é a partir de plantas que entram em combustão. No interior desses vegetais, existe concentrações de óleos que, sob as altas temperaturas da estação seca, entram em combustão, fazendo a planta pegar fogo.

Moderadamente, o fogo (como já disse dois parágrafos acima) é importante para algumas espécies de plantas, que precisam dele para:

  • rebrotarem, como as gramíneas;
  • quebrar dormência das sementes, já que alguns vegetais só vão conseguir germinar depois que o fogo passa pelo local.

No entanto, também ocorrem os incêndios causados pelo homem, que causa muitos estragos. Além dos que começam por causa de coisas jogadas nas bordas de rodovias e balões em épocas de festas juninas, a renovação dos pastos é outra forma de começar grandes queimadas.

Essa renovação acontece principalmente na estação seca, quando o pasto fica seco e duro, com poucos nutrientes para o gado. Assim, os pecuaristas colocam fogo visando a rebrota da vegetação, que será bem mais nutritiva e palatável para os animais.

Só que essas queimadas muitas vezes fogem ao controle e causam muitos estragos. Além de deixar o clima mais seco do que o normal, aumentando os índices de doenças, como as respiratórias, as queimadas colocam em risco toda a vida dessa região de Cerrado. As plantas que não forem resistentes aos incêndios irão morrer, assim como os animais que moram no local, que fugirão amedrontados ou, infelizmente, ficarão queimados.

Cabe ao homem, que causa a maior parte dos incêndios nessa época, colocar a mão na consiciência e só atear fogo no pasto quando for estritamente necessário e cuidar para que ele não se alastre, fazendo um manejo eficiente do fogo.

Dessa forma, além de salvar toda a vida silvestre que fica seriamente ameçada, a população humana também será beneficiada com um clima não tão seco, diminuindo os índices de doenças comuns nessa época do ano.

Tempo de seca, tempo de queimadas Tempo de seca, tempo de queimadas Reviewed by Túlio Lima Botelho on 23:08 Rating: 5

Nenhum comentário: