Como sobreviver sem sacolinhas?

Na última semana, a cidade de São Paulo começou a abolir o uso das sacolinhas plásticas nos supermercados; Belo Horizonte está sem elas desde o ano passado. O principal motivo para fazer isso foi para reduzir a poluição gerada por elas. Muitas sacolinhas não são reutilizadas depois de serem usadas para carregar compras e acabam indo para as ruas entupindo bueiros, acumulando água ou ainda vão para rios e mares, onde os animais confundem as sacolinhas com alimento... 



Caso os consumidores ainda fizerem questão de usar as sacolinhas, terão que pagar alguns centavos por elas que, ao final de uma grande compra, não sai muito barato. Talvez quem ainda queira levar essas sacolinhas para casa faça isso não porque querem poluir o mundo, mas por não saber como viver sem elas, seja para transporte ou para guardar o lixo. Isso gerou grande polêmica e muitos são favoráveis a elas com o argumento da facilidade de transporte e uso das sacolinhas para descartar lixo.

Só que o fim das sacolas plásticas é uma tendência que vem crescendo e a população mais cedo ou mais tarde vai ter que se acostumar com métodos alternativos para substituí-las. Então hoje resolvi postar algumas dicas de como podemos substituir as sacolinhas por meios bem fáceis de encontrar e mais amigos do meio ambiente.

  • Reencontre o carrinho de feira. Quando eu era criança, a maioria das pessoas usava um desse. Você coloca suas compras, o máximo de plástico que entra neles são as embalagens para vegetais (que ainda continuam). Alguns podem ficar com vergonha de aparecer com um desses no supermercado ou na rua, é eu sei, mas existem muitos modelos coloridos, com bolsas resistentes que o deixam bem mais charmoso e chamativo, permitindo que você carregue suas compras com estilo e sem levar aquele monte de sacolas.
  • Caixas de papelão. Muitos supermercados agora oferecem as caixas de papelão para colocar as compras. Elas são legais para quem está de carro, dá pra arrumar direito tudo o que comprou e encaixa direitinho em seu porta-malas.
  • Sacos de papel. Essa é outra alternativa interessante. Em muitos filmes nós vemos as pessoas chegando com aqueles pacotes cheios de compras. Porque não usá-los também? Eles conseguem guardar muita coisa, desde que não estejam molhados claro, e é fácil de levar, saindo do mercado da rua de baixo até sua casa.
  • Ecobags. As tão conhecidas sacolas ecológicas, alvo de tantas discussões que já li na internet, são essenciais em dias sem sacolinhas. São bonitas, cheias de desenhos, feitas dos mais diversos materiais: algodão, PET, palha... Todos esses bem resistentes permitindo uso prolongado e algumas são laváveis. 

Sem as sacolinhas, as pessoas se perguntam: "Onde colocar meu lixo?". É simples, existem várias maneiras de acondicionar os restos de alimento, lixo do banheiro, etc sem ter que recorrer às sacolinhas:

  • Sacos de papel. Lembra dos sacos de papel que você trouxe duas compras do mercado? Ou os que vieram com seu pãozinho de manhã? Use-os! Acomodam-se direitinho do cesto e no fim do dia estão prontinhos para serem descartados na lata de lixo da sua casa, aliás essa deve sim usar o saco plástico, preto, de preferência de material reciclado. Use o mínimo de plástico possível. 
  • Caixas de papelão. As caixas de papelão também podem servir para guardar o lixo, é só jogar nelas e, quando encher, fechar e descartar no local correto. Simples assim!
  • Embalagens de arroz, açúcar, legumes... Muitos legumes e verduras ainda são embalados em sacos plásticos depois de pesados e eles devem ser utilizados em casa. Podem usar para embalar alimentos para congelamento ou como saco de lixo. As embalagens de arroz e açúcar também. São embalagens grandes que cabem muita coisa. Não tem porque jogá-los fora. Vamos reaproveitar pessoal!!!
  • Sacos feitos com dobradura de jornal. Essa pra mim é sensacional, você faz um cesto de lixo bem legal, ideal para uso em um dia e ainda aproveita o jornal de ontem que ninguém mais vai ler. Você não assina jornal? Peça para quem tem! Eles sempre vão virar forro para o assoalho do carro, artesanato ou outras coisas. Mas muitas vezes vai para o lixo mesmo. Minha mãe me disse um dia deses que já usou demais essa dobradura, é muito fácil de fazer. Esse vídeo do blog De Verde Casa ensina direitinho a fazer essa dobradura:
                       
Então, não existem motivos para você continuar com as sacolinhas plásticas em sua vida, como li esses dias, o mundo se acostumou a viver com elas, agora é só questão de tempo para se acostumar a viver SEM elas. Dê vazão a sua criatividade, isso ajuda muito a reduzir o volume de lixo descartado, aprenda a reutilizar. Se sua cidade ainda fornece sacolinhas, tente mudar seus hábitos, reduza o número de sacolas que você pega no supermercado. Produtos pequenos podem ser levados no bolso, não é mesmo?

Com boas ideias não precisaremos disso não é?

Como sobreviver sem sacolinhas? Como sobreviver sem sacolinhas? Reviewed by Túlio Lima Botelho on 12:17 Rating: 5

Um comentário:

  1. Ótimo post Túlio.
    A falta das sacolas de plástico não vai me prejudicar pois sempre utilizei a minha sacola Ecobag, mas creio que haverá muitas pessoas que se se irritarão com tal fato.
    Amei essa dica de como se fazer sacos de jornal de dobradura! Vou tentar fazer.
    Beijos.
    http://booksedesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir