E como ficamos agora?

Ontem foi divulgado a decisão da presidenta Dilma sobre o texto do Código Florestal. Quando muitos esperavam um veto total da presidenta, o que tivemos foram vetos de 12 artigos e 32 modificações no texto aprovado pela Câmara.

Será que precisaremos do Barbárvore
para dar um jeito nisso?
Fonte: Mundo Nerd
Ainda não é o que os ambientalistas esperavam, está longe disso. No entanto, pelo menos, foi vetado o artigo que conferia a anistia aos desmatadores.

Mas até onde essas modificações chegam é uma coisa para sabermos segunda-feira (28/05), quando será publicado no Diário Oficial da União quais são essas modificações. Depois de tudo isso, ainda resta a passagem das modificações do Planalto pelo Congresso, que pode vetar as modificações propostas.

Com isso, ficamos meio sem saber o fim dessa história toda. Embora a Dilma tenha se mostrado contra a anistia a desmatadores, proteção de APPs e mesmo assim ajudar o pequeno produtor, tudo isso ainda pode ir por água abaixo caso a bancada ruralista continue com a sua opinião. 

Do fundo do coração, espero que não seja armada uma briga desnecessária e que no fim das contas, a preservação do meio ambiente brasileiro ocorra. Em tempos de Rio+20, o Brasil querendo ser exemplo para o mundo, isso não pode acontecer. Basta conhecer, é isso. Existem muitas formas do país se manter como grande produtor de alimentos sem acabar com a vegetação. Basta saber quais são elas e colocá-las em prática.

O G1 faz um resumo bem legal sobre toda essa história:




E como ficamos agora? E como ficamos agora? Reviewed by Túlio Lima Botelho on 12:04 Rating: 5

Nenhum comentário: