Energias Sustentáveis #3 - Biomassa

Não só de sol, água ou vento se produz energia. Em tempos de buscas por alternativas ao petróleo e das hidrelétricas, uma forma de obtenção de eletricidade vem sendo pesquisada e aperfeiçoada, a biomassa.

Entende-se como energia provinda de biomassa aquela que é produzida a partir de matéria orgânica, seja ela animal ou vegetal. Nisso estão incluídos cascas de grãos, como os de arroz, bagaço de cana, lenha, vegetais, resíduos de produtos agrícolas, excrementos de animais, etc.

A biomassa permite a obtenção de uma infinidade de produtos, seja combustíveis, energia elétrica ou calorífica. Para que isso ocorra, a biomassa deve passar por alguns processos físico-químicos, dependendo do produto final desejado:


  • Combustão direta: para transformar a energia química em calor, o material é colocado em fornos de usinas termoelétricas ou caldeiras. Embora conveniente, não é um processo muito eficiente.
  • Gaseificação: é um processo onde a biomassa é convertida de sólida a gasosa, principalmente em processos envolvendo diferenças de temperatura e/ou pressão. Pode ser utilizado para movimentação de turbinas a gás.
  • Pirólise: é a queima do material. Ao cozinhar em um fogão a lenha, você está realizando a pirólise. A queima da lenha libera calor, energia para cozinhar, por exemplo.
  • Digestão anaeróbia: é um processo onde micro-organismos decompõem a matéria orgânica, principalmente dejetos animais, na ausência de oxigênio. Esse processo é realizado principalmente nos biodigestores, onde é produzido o biogás. Esse gás, composto principalmente de metano e gás carbônico é muito utilizado na obtenção de energia elétrica.
  • Fermentação: na presença de oxigênio, micro-organismos digerem o açúcar de muitos alimentos, principalmente da cana-de-açúcar. É por esse processo que é produzido o etanol.
  • Transesterificação: é um processo em que ocorre um reação entre óleos vegetais com um metóxido ou etóxido e uma base. O produto final é o biodiesel.

No Brasil, em 2003, existiam 217 termelétricas de biomassa, perfazendo um total de 2696 MW. Muitas ainda estão em construção e planejamento. Mas os dados mostram que ainda é uma matriz energética em desenvolvimento.

Para energia elétrica em grande escala, a eficiência ainda deve melhorar muito. No entanto, a biomassa já é muito utilizada no caso dos biocombustíveis e do biogás - que vem sendo implementado em fazendas, para a obtenção de energia elétrica.


  • Mas, o que ela tem de sustentável?

Em questão de carbono emitido, admite-se que a energia por biomassa gera carbono zero. Um vez que o carbono que a queima, ou qualquer um dos processos a que se submete a biomassa, emite é o que a planta havia absorvido. Portanto não há aumento na taxa de dióxido de carbono na atmosfera. Além disso, outros vegetais podem neutralizar essas emissões.

Além de ser renovável - sempre haverão resíduos e plantações -, a energia obtida a partir da biomassa emite pouquíssimos poluentes e reaproveita resíduos, diminuindo poluições, como as oriundas do esterco animal.

Ela também contribui para o aumento de empregos no campo, pois plantações, como as de cana, vão precisar de mão-de-obra para as mais diversas funções. No entanto, nesses pontos também residem algumas das principais preocupações dessa modalidade.

Para que a biomassa figure como uma energia limpa e sustentável, deve-se haver o respeito às áreas naturais. O estímulo à plantações para obtenção de energia pode desencadear um desmatamento desenfreado, gerando perdas incontáveis para todo o ecossistema.

Além disso, deve-se buscar melhorias nas culturas, para que não seja como a clássica imagem de uma colheita de cana: o boia-fria correndo inúmeros riscos, sem segurança nenhuma, no meio da queima do canavial.

Para a biomassa ser eficiente na sustentabilidade que ela vem prometendo, muita pesquisa tem que ser feita. Aos poucos ela vem se mostrando muito importante para um futuro que promete usar cada vez menos os derivados de petróleo. E, como sempre, para alcançar seus objetivos basta olhar com atenção para o mundo natural. Respeitar aquele que dará os materiais que gerará a energia de que você necessita.


_______________________________
FONTE: Atlas Energético da Aneel - Biomassa
Energias Sustentáveis #3 - Biomassa Energias Sustentáveis #3 - Biomassa Reviewed by Túlio Lima Botelho on 20:56 Rating: 5

Nenhum comentário: