Modalidades de EA #2 - Educação Ambiental Não Formal

Como vimos, a Educação Ambiental Formal se restringe ao ambiente escolar e, de forma diversa, visa educar os alunos sobre a preservação da natureza e o uso racional dos recursos naturais. No entanto, a EA não pode se restringir apenas nas escolas. Toda a população deve ser sensibilizada para a preservação do planeta. Para isso, outras modalidades de Educação Ambiental vêm agir fora do ambiente escolar, mas com a mesma missão.

A Educação Ambiental Não Formal busca, em sua essência, a participação e mobilização da comunidade em caráter de urgência. Sempre que existe a falta de algum recurso, grave problema ambiental ou outro problema que precise de mobilização de pessoal, cabe a EA Não Formal agir de imediato com a população, principalmente a mais afetada, para controlar essa situação e tentar voltar à normalidade.

Um exemplo são as secas prolongadas. Com a falta de chuva, sempre se pede para economizar energia e água para que os reservatórios não sequem de vez. Usando racionalmente, os serviços poderão ser mantidos sem problemas. Na estação seca, a poluição também é mais acentuada. Nunca reparou que se fala muito disso nessa época sobre os riscos da poluição e problemas respiratórios?

E não são apenas secas ou poluição que viram alvo da EA Não Formal: qualquer fato do cotidiano que precise de mobilização urgente, conscientização e/ou sensibilização da população para amenizar ou corrigir o problema pede esses trabalhos. No caso da dengue, principalmente na estação chuvosa, a cobrança é maior para que não deixemos nos quintais objetos que possam acumular água. Também é lembrado que não devemos jogar lixo em terrenos baldios, pois o mesmo pode acumular água das chuvas e fazer criadouros para os mosquitos. Tá vendo como meio ambiente tem relações com a saúde? Lixo que polui o solo também faz um ninho ótimo para os pequenos Aedes.

Além dessas ações diante de situações urgentes, a Educação Ambiental Não Formal ainda atua em ações de extensão ambiental. Nessas ocasiões, ela está presente na divulgação de novas tecnologias, métodos, ideias ou outras coisas que tragam modos ambientalmente adequados ao seu modo de vida, economia da região etc. Quando você faz um enfeite com garrafas PET ou desenvolve um aparelho que consome menos energia e mostra isso para o mundo, está fazendo EA Não Formal!

Jessica O. Matthews, criadora da bola sOccket,
mostrando seu invento durante TEDxRio+20.
 Essa bola gera eletricidade a cada chute recebido. Fonte: G1.

Mas, para que essa modalidade seja eficiente, ela deve estar organizada quando for ser feita. Deve ir principalmente aos grupos que mais necessitam desse conhecimento, pois lá ela será eficiente. Mesmo assim, ela deve ser contínua e pouco a pouco abranger mais pessoas. Deve focar bem os adultos, pois não tiveram esse conhecimento quando crianças, e muitos fazem errado não por querer, mas por não saber...
Modalidades de EA #2 - Educação Ambiental Não Formal Modalidades de EA #2 - Educação Ambiental Não Formal Reviewed by Túlio Lima Botelho on 18:14 Rating: 5

Nenhum comentário: