Em busca da sustentabilidade #2 - Energia Termoelétrica

Esse ano estamos falando de energias. Conhecemos muitas matrizes que prometem gerar a eletricidade que a sociedade humana tanto precisa com o mínimo de impacto ambiental. Só que algumas matrizes ainda são muito utilizadas em várias partes do mundo e causam graves danos à natureza. É o caso da energia hidrelétrica, de que falamos mês passado, e da energia termoelétrica, tema do post de hoje.

As usinas termoelétricas são aquelas que produzem energia elétrica a partir do movimento de turbinas pelo vapor de água. O processo é semelhante ao das usinas nucleares, o que muda é a fonte do calor que produz o vapor. Enquanto nas usinas nucleares a fissão do urânio esquenta o reator que evapora a água, nas usinas termoelétricas o calor é produzido pela queima de vários materiais, principalmente o carvão e derivados de petróleo.


E é aí que reside os problemas dessa matriz. Como o calor é obtido pela queima de óleo, gás ou carvão, a emissão de gás carbônico é enorme, contribuindo gravemente para o efeito estufa e mudança climática. Estima-se que, apenas com a queima de gás natural nessas usinas, a emissão de gás carbônico chega a 500 t para cada GWh de eletricidade produzida. Somando as emissões de outras fontes, a poluição atmosférica gerada é enorme!!!

Para a energia termoelétrica, uma alternativa sustentável parece algo distante. A essência dessa matriz está na produção de calor, que na maioria das vezes vem da queima combustíveis. Então, como fazer isso e, mesmo assim, ajudar o meio ambiente de alguma forma? A solução parece que está vindo do lixo.

Os lixões emitem o gás metano, muito mais poluente que o CO2, e que deve ser queimado ou utilizado de outra forma para não causar a poluição. Algumas usinas no Brasil estão usando esse gás para movimentar suas turbinas, dando ao metano uma finalidade sustentável para uma matriz energética que necessita de algo assim.

O princípio de geração continua o mesmo: o metano é queimado, produzindo calor que evapora a água que move as turbinas, gerando a energia elétrica. No entanto, isso não torna as usinas termoelétricas 100% limpas, pois com a queima do metano, é liberado gás carbônico, que também polui. Só que a ideia é válida, pois usa um gás que já é produzido pelo lixo e, em vez de usar combustíveis para a queima, usa algo que seria produzido e não iria ser utilizado, deixando o carvão, gás ou óleo para outros fins. Enfim, pode ajudar na diminuição do uso dos derivados de petróleo.
Em busca da sustentabilidade #2 - Energia Termoelétrica Em busca da sustentabilidade #2 - Energia Termoelétrica Reviewed by Túlio Lima Botelho on 14:30 Rating: 5

Nenhum comentário: