Espécie do mês - João-de-barro

Com certeza você já viu umas construções de barro em cima de postes, árvores e até de casas. Uma casinha em forma de forno, às vezes em cima de outras, compondo a paisagem de campos e cidades por todo o Brasil. Essas construções são ninhos do joão-de-barro (Furnarius rufus), um pássaro muito comum em boa parte do país e que se mostra um excelente construtor.


Esse pássaro tem o porte pequeno, medindo 20 cm aproximadamente. Possui o corpo marrom-avermelhado, que lhe garantiu o nome rufus. Alimenta-se de insetos, minhocas e alguns moluscos. Além disso, alguns se acostumaram a comer restos de alimentos das pessoas, como pães.

O joão-de-barro possui um jeito peculiar de caminhar: pequenas corridas alternando com passadas mais lentas. É fácil observar esse caminhar, pois esse pássaro não é muito arisco. É possível se aproximar bem dele antes que ele levante voo e fuja. E isso é mais fácil ver nos primeiros dias após a chuva.

Como a terra está bem molhada, o joão-de-barro sai em busca dos materiais para construir seu ninho. Ele é em formato de um forno de barro. Logo na entrada, existe uma parede para proteger a câmara de nidificação das correntes de ar e predadores. A construção desse ninho varia de acordo com a incidências das chuvas no local, podendo variar de 20 dias a 1 mês, mais ou menos. 


O casal não utiliza o mesmo ninho por 2 estações seguidas, fazendo vários ninhos ao longo de suas vidas e fazendo um rodízio entre eles. Às vezes, esses pássaros reconstroem ninhos semi-destruídos. Eles podem ser feitos em árvores, postes e até janelas e tetos das casas. Quando falta espaço, esses pássaros constroem um ninho em cima do outro (já foram encontrados 11 ninhos sobrepostos). Isso mostra o quanto pode ser resistente a casa desse passarinho.

Depois de abandonados, os ninhos são utilizados por diversos outros animais para nidificação ou esconderijos. Entre esses novos ocupantes estão as andorinhas, pardais, pequenas cobras, anfíbios e até abelhas.

Por sua habilidade construtora, o joão-de-barro ilustra várias lendas. Uma delas diz que ele foi um pedreiro que andava em busca de locais onde as pessoas precisavam de casas. Quando chegava nesses locais, fazia todas as moradias que eram necessárias sem cobrar nada por isso. Por isso, todos gostavam dele e admiravam sua capacidade e bondade. Só que um dia ele morreu e Deus, para diminuir um pouco da tristeza das pessoas por perderem o construtor, criou o pássaro, que continua fazendo moradias.

Verdade ou não, o joão-de-barro já faz parte das vidas de inúmeras pessoas que possuem um carinho enorme por esse pássaro, que encanta a todos com sua habilidade excepcional de construção.
Espécie do mês - João-de-barro Espécie do mês - João-de-barro Reviewed by Túlio Lima Botelho on 18:30 Rating: 5

Um comentário:

  1. O conteúdo do blog é muito interessante.
    Obrigado pelos posts.
    Amigo estou publicando um portal sobre uma Unidae de Conservação o Parque Natural Municipal Morro do Ouro.
    www.morrodoouro.eco.br, se puder deixar o comentário com o link agradeço.

    ResponderExcluir