Por que as sensitivas fecham suas folham?

Pode parecer estranho, mas as plantas também se movimentam. Além dos já óbvios movimentos de crescimento, muitos vegetais fazem outros movimentos no seu dia-a-dia. Já falei aqui no blog sobre o nastismo do girassol, causado pela influência do sol e das auxinas da planta. Só que existe outras que se movimentam e isso as tornam muito marcantes, como é o caso das plantas sensitivas.


Essas plantas fecham seus folíolos com qualquer toque que se dê em suas folhas, como nessa plantinha do vídeo acima. Mas como essa planta faz isso?

O dobramentos dos folíolos das sensitivas ocorre por causa de mudanças no turgor (força exercida pela água) da base de cada folhinha, o chamado pulvino ou pulvínulo. Quando tocamos os folíolos, as células do pulvino perdem íons de potássio e, em consequência disso, perdem também água por osmose para as células vizinhas. 

Por esse motivo o primeiro folíolo se fecha e esse fechamento se propaga por toda a folha, fazendo om que os outros folíolos se dobrem também. Acredita-se que esse mecanismo possa ser semelhante ao do impulso nervoso, só que em velocidade muito mais reduzida. 

Depois de um tempo, o turgor e a pressão osmótica dessas células volta ao normal, de forma que logo a folha se abre novamente.
Por que as sensitivas fecham suas folham? Por que as sensitivas fecham suas folham? Reviewed by Túlio Lima Botelho on 18:00 Rating: 5

Nenhum comentário: