Parabéns Mendel!

Todo mundo lembra da célebre experiência do monge austríaco com as ervilhas que permitiram a ele escrever suas duas leis sobre a segregação e transferência dos genes. E você sabia que hoje, 20 de julho, é a data de nascimento dele, Gregor Mendel?

Mendel nasceu em 1822, na vila de Heinzendorf bei Odrau (hoje chamada Vražné, no distrito de Nový Jičín), região de Troppau (hoje chamada Opava), na Silésia, que então pertencia ao Império Austríaco. Desde cedo se interessava muito pelo estudo de plantas e aos 21 anos entrou para o mosteiro da Ordem de Santo Agostinho.

Mas Mendel não só se interessou nas plantas, ele também era meteorologista e estudou as teorias da evolução. Ao longo da sua vida foi membro, diretor e fundador de muitas sociedades locais: diretor do Banco da Morávia, foi fundador da Associação Meteorológica austríaca, membro da Real e Imperial Sociedade da Morávia e Silésia para melhor agricultura, entre outras.

Mendel sempre é lembrado pelas suas pesquisas com as ervilhas, que deram as bases para todo o conhecimento de genética e teoria sintética da evolução.


Ao fazer os cruzamentos entre diversas gerações de ervilhas, Mendel observou que algumas características "dominavam" outras quando cruzadas entre si. Relembre essas características e quais eram as dominantes e recessivas:


Com essas observações, Mendel escreveu suas famosas leis, que explicam o comportamento dos genes na gametogêse. São elas:


1ª lei: "Cada característica é determinada por dois fatores que se separam na formação dos gametas, onde ocorrem em dose simples." 
2ª lei: "Genes que determinam características diferentes distribuem-se aos gametas de maneira totalmente independente formando todas as combinações possíveis."

Como já disse, essas suas leis revolucionaram ciência para sempre, pois foram a base de inúmeras pesquisas no campo da biologia no século XX. 

Gregor Mendel morreu a 6 de Janeiro de 1884, em Brno, no antigo Império Austro-Húngaro, hoje República Tcheca, de uma doença renal crônica. Foi um homem à frente do seu tempo, mas ignorado durante toda a sua vida.

As descobertas de Mendel, apesar de muito importantes, permaneceram praticamente ignoradas até começos do século XX (embora tivessem estado disponíveis nas maiores bibliotecas da Europa e dos Estados Unidos), sendo publicadas somente no início do século XX, anos após sua morte. Foram "redescobertas" por um grupo de cientistas, um alemão - K. Correns, um austríaco - E. Tschermak e outro neerlandês - H. de Vries. Ainda bem!
Parabéns Mendel! Parabéns Mendel! Reviewed by Túlio Lima Botelho on 15:21 Rating: 5

Nenhum comentário: