27/08 - Dia da Limpeza Urbana

Atire a primeira pedra quem nunca reparou na limpeza de sua rua. Sempre estamos de olho em como estão as ruas, terrenos baldios, praças. Afinal, a limpeza desses locais traz melhores condições de saúde para quem mora próximo, já que inúmeras doenças vêm do lixo que pode ficar depositado por ali. Só que em muitos lugares, a situação não é boa: o lixo fica espalhado pelas ruas, os terrenos estão servindo de ninho para uma variedade imensa de animais e as doenças vindas daí estão à espreita. 

E quem é responsável por isso? A prefeitura, que não faz uma coleta de lixo eficiente? As equipes de coleta de lixo que não fazem seu serviço? A população que não tem educação e joga o lixo por todo lado onde passa? Todos tem sua parcela de culpa. A prefeitura por não organizar de modo eficiente a coleta e destinação correta da lixo; os garis por, às vezes, não varrer corretamente determinada rua (como já ouvi muita gente reclamando); e a população (sim, você também) por achar pode jogar lixo em qualquer lugar que depois vai alguém limpar sua sujeira.


Andando por aí, percebe-se claramente que isso é verdade. Terrenos baldios recebem lixo e entulho que vizinhos colocam por achar mais fácil, em vez de colocar pra fora quando a coleta de lixo vai passar. O pessoal teima em jogar lixo na rua, mesmo com uma lixeira a 10 passos dele. E depois vem reclamar que o rua está suja.

Para garantir uma cidade limpa, todas as partes devem se envolver para garantir o resultado ideal. O governo municipal deve garantir a coleta de lixo em todo o município e correta destinação, além de lixeiras para que a população não jogue lixo na rua. E a população deve contribuir também, colocando seus resíduos nos locais corretos. Algumas dicas do que você pode fazer:


- Separe seu lixo: separe os recicláveis dos não-recicláveis e envie apenas esses últimos à coleta de lixo. Quanto aos recicláveis, destine a coleta seletiva de seu município. Ah, não tem coleta seletiva por aí? Garanto que exista alguém que trabalha com esse tipo de material, entregue para ele.

- Amarre bem o saco de lixo e coloque fora do alcance de cães: outra coisa que acontece muito são os cães famintos que, em busca de alimento, acabam rasgando os sacos de lixo e espalham tudo. Para evitar isso, deixe para pôr o lixo o mais próximo possível da hora da coleta e, caso isso não seja possível, ponha o lixo em um local onde cães não conseguirão pegar o saco.

- Jogue sempre o lixo no lixo: é algo que aprendemos em casa e na escola desde que nos entendemos por gente. Lixo na rua só traz sujeira e outros prejuízos. Busque uma lixeira.

- Mantenha os terrenos baldios limpos: a sujeira que muitos jogam em terrenos baldios só serve para trazer doenças para quem mora perto: dengue, ratos, animais peçonhentos sempre vão aparecer nesses lugares. Por isso é essencial que você, dono de terrenos, mantenha-os limpos. E o povo que mora perto não deve jogar o lixo ali, pois só trará malefícios a eles mesmos.


Como sempre, cabe a cada pessoa fazer sua parte. Seja nas leis e ações para coordenar a limpeza urbana, seja para fazer a limpeza propriamente dita. Somente nós poderemos ter uma cidade limpa. E não adianta nada cobrar dos outros por algo que você não faz.  Dê o exemplo.
27/08 - Dia da Limpeza Urbana 27/08 - Dia da Limpeza Urbana Reviewed by Túlio Lima Botelho on 10:00 Rating: 5

Nenhum comentário: