Conheça a "Dionaea muscipula"

Já faz algum tempo que estamos falado sobre as plantas carnívoras aqui no blog. Vimos suas famílias, suas formas de captura de insetos, suas origens e motivos para se alimentar de animais. De todas as espécies de plantas carnívoras, talvez uma que se destaque como a clássica imagem da "devoradora de insetos" seja a Dioneia (Dionaea muscipula).

Dionaea muscipula. Fonte: Noah Elhardt, on Wikimedia Commons
As dioneias são plantas nativas dos pântanos do sudeste dos EUA, nos estados da Carolina do Norte e do Sul. As populações desse vegetal são pequenas em seu habitat e a coleta predatória só coloca em risco essa espécie. Por esse motivo, existem leis protetoras das dioneias, que punem quem as colete no meio ambiente.

É uma planta pequena, alcançando em média 10 cm de altura. Como se vê na foto acima, a superfície interna das armadilhas possui coloração vermelha. Nessa área é sintetizado néctar para atrair insetos e existem importantes pelos sensitivos. Esses pelos (que você pode perceber no meio na área vermelha, na foto acima) ativam o sistema de captura da planta se eles forem tocados mais de uma vez. Esses movimentos indicam que algum ser vivo está ali. Então, a armadilha se fecha numa velocidade impressionante, que pode chegar a 100 ms.

Ainda não se sabe ao certo como funciona todo o mecanismo de fechamento, porém acredita-se que está baseado na pressão de água dentro das células e ação de íons. Pode ser semelhante aos movimentos da dormideira. Esse sistema, todavia, não é perfeito. Pode acontecer de pequenos galhos, pedras e outros objetos inanimados caírem na dioneia e dispararem o mecanismo de fechamento. Senão houverem mais estímulos nos pelos sensitivos, em até 12 horas as folhas voltam a se abrir, à espera de uma presa de verdade.                                                              

Quando um inseto é preso, começa a secreção de enzimas que irão digerir o animal, processo que leva de 10 a 12 dias. Logicamente, esse tempo varia de acordo com o tamanho da presa.

As armadilhas das dioneias possuem um tempo de vida útil, que pode chegar a 10 ou 12 fechamentos. Após isso, elas ficam abertas, fazendo fotossíntese durante o resto da vida da armadilha, que dura de 2 a 3 meses.

Quando uma dessas armadilhas "se aposenta", outras nascem, mantendo o ciclo de vida desse magnífico vegetal, que desenvolveu estratégias para sobreviver em ambientes pobres em nutrientes.
Conheça a "Dionaea muscipula" Conheça a "Dionaea muscipula" Reviewed by Túlio Lima Botelho on 14:30 Rating: 5

Nenhum comentário: