Espécie do Mês - Cigarra

Quando chega a primavera, os campos possuem uma música diferente daquelas dos pássaros. Uma poderosa sinfonia tem início, animando a natureza por alguns meses. Tais artistas tem uma carreira curta, mas totalmente expressiva. Vejamos hoje a vida das cigarras (Quesada gigas).

Cigarra (Quesada gigas)

As cigarras são insetos da ordem Hemiptera, família Cicadidae e possuem diversas espécies espalhadas pelo mundo todo. No Brasil, uma das principais é a Quesada gigas, sobretudo por sua importância como praga de culturas como a do café.

Esses insetos, quando adultos, possuem, em média, 5 a 10 cm, ocorrendo bastante no sudeste brasileiro. Alimentam-se da seiva de plantas, extraída diretamente das raízes quando em estágio de ninfas, ou do caule, quando adultas. A vida das cigarras é uma longa história, que, logicamente, se inicia com a postura dos ovos. A fêmea coloca-os no caule de árvores e destes emergem pequeninas ninfas que vão para o subsolo. Elas vivem ali por longos anos, movimentando-se debaixo da terra e alimentando-se da seiva extraída das raízes das plantas.

GIF cigarra
"Cicada molting animated-2" por T. Nathan Mundhenk
- Licenciado sob CC BY 2.5, via Wikimedia Commons 
Depois de vários anos vivendo debaixo da terra, em média 4 anos (algumas espécies podem chegar a 17 anos!), as ninfas emergem saindo de buracos no solo e começam a subir nas árvores. A escalada é lenta, até que elas param e começa a ecdise. Nesse processo, a ninfa troca seu exoesqueleto para assumir a forma de cigarra adulta. A partir de então, em seu curto período de vida, elas irão se alimentar de seiva e reproduzir.

Você pode ver esse processo no GIF ao lado uma animação acelerada, que retrata a cigarra da espécie Tibicen sp..

Dizemos que as cigarras possuem desenvolvimento hemimetabólico ou de metamorfose incompleta, pois as ninfas são muito semelhantes aos adultos, não passando por um estágio de pupa.

São os machos que emitem o som característico, que pode chegar a 120 decibéis! O canto é a forma de atrair as fêmeas para o acasalamento e ele funciona da seguinte forma: os sons são produzidos por órgãos chamados timbais, que são um par de membranas que eles possuem no abdome. O canto vem quando a cigarra macho  contrai os músculos timbais internos e as membranas se curvam, produzindo o som. Cada espécie possui um canto diferente, evitando o cruzamento entre espécies distintas. Após o acasalamento e postura dos ovos, machos e fêmeas morrem.

Os principais predadores das cigarras são lagartos e aves, como o anu-branco e o bem-te-vi.

As cigarras são consideradas pragas na agricultura, pois, ao se alimentar, utilizam a seiva que leva nutrientes às células vegetais. Por esse motivo, diversos estudos e métodos de combate e controle dessa praga são feitos.

Cigarra após a ecdise e sua exúvia
Cigarra após a ecdise e sua exúvia

Todo mundo que já passou por debaixo de uma árvore cheia de cigarras se molhou com algo que elas soltam. Para alguns aquilo é sêmen, para outros, urina. Na verdade, esse líquido é seiva da árvore da qual ela está se alimentando. As cigarras se alimentam sem parar, mesmo quando já estão satisfeitas. Então, seu corpo expele o excesso de seiva assim que é ingerido, dando a impressão de que elas estão urinando.

Para encerrar, fiquem com um vídeo que fiz do canto delas. Até a próxima!

Espécie do Mês - Cigarra Espécie do Mês - Cigarra Reviewed by Túlio Lima Botelho on 15:30 Rating: 5

Nenhum comentário: