Espécie do Mês - Minhocuçu

Muita gente tem uma grande aversão às minhocas, mesmo elas sendo pequenas. Agora imagine o que essas pessoas sentiriam ao encontrarem com uma minhoca de 30 centímetros! Sim, bichos desse tamanho existem sim, são os famosos minhocuçus (Rhinodrilus alatus).

Minhocuçu

No Brasil, são conhecidas mais de 50 espécies de minhocuçus, sendo a R. alatus a mais famosa. Esses anelídeos oligoquetos são endêmicos do Cerrado de Minas Gerais, ocorrendo em várias formações vegetais do bioma. Alcançam de 30 a 60 cm, com um diâmetro médio de 1,2 cm. Possui o prostômio alongado, que lembra um focinho, que deu origem ao seu gênero (Rhinodrilus = "minhoca com focinho"). Outra característica marcante da espécie são as barbelas, duas expansões laterais achatadas que o clitelo do minhocuçu apresenta, que lembram asas (também influenciou no nome científico, pois alatus = "alado", "com asas").

A vida dessas minhocas apresenta uma sazonalidade com base no regime de chuvas onde vivem: uma época de reprodução e forrageamento na estação chuvosa e o período de quiescência, na estação seca. Quando as condições do ambiente não são favoráveis, esses animais entram em quiescência, um estado de suspensão das atividades até que a situação melhore. Para isso, os minhocuçus constroem uma câmara de quiescência subterrânea e ficam ali dentro, esperando a estação chuvosa.

Minhocuçu
Na imagem da esquerda, observe o prostômio e, na da direita, as barbelas do clitelo. Fonte: Ciência Hoje.

A reprodução ocorre na estação chuvosa e foi observado que, após dois ou três dias consecutivos de chuva, os minhocuçus já são induzidos à copularem. Esses animais são hermafroditas, ou seja, possuem sistemas reprodutivos masculino e feminino, e ambos saem fecundados após a troca de espermatozoides. Após a cópula, ocorre uma dilatação na região frontal, onde será formada uma fina cutícula para a construção dos casulos onde ficarão os filhotes. Esses casulos possuem de dois a três filhotes e são colocados em uma pequena câmara e eclodem após 30 dias. A partir de então, os filhotes emergem para forragear, construir suas galerias subterrâneas e entrar em quiescência.

As maiores ameaças ao minhocuçu são as alterações do habitat, pois acabam com as característica do ambiente necessárias para sua sobrevivência. Obras sem licenciamento nos locais de ocorrência desse anelídeo colocam em risco sua sobrevivência, além da agricultura sem um planejamento adequado. Esta pode comprometer a espécie nas fases de preparo da terra, pois correções de acidez e a aragem podem atingir adultos, jovens e ovos.

Os minhocuçus são muito utilizados na pesca e sua coleta excessiva colocou em risco a sobrevivência da espécie. No entanto, a situação tende a melhorar com ações de uso sustentável em sua área de ocorrência.

Espécie do Mês - Minhocuçu Espécie do Mês - Minhocuçu Reviewed by Túlio Lima Botelho on 13:30 Rating: 5

Nenhum comentário: