Muito mais que uma competição esportiva


Finalmente começaram os Jogos Olímpicos Rio 2016! Num momento delicado no país e no mundo, os jogos vêm trazendo a mensagem de paz, tolerância e respeito transmitida desde os jogos da Antiguidade, quando guerras eram interrompidas durante os dias de competições.

Mais do que nunca a situação mundial é tensa, com pensamentos intolerantes crescendo cada vez mais, onde o respeito desaparece a cada dia e as pessoas ficam agindo como se não houvessem consequências de seus atos. E a cerimônia de abertura dos Jogos quis mostrar justamente isso: um espetáculo belíssimo mostrando as riquezas brasileiras e a necessidade de respeito ao meio ambiente, às pessoas e à diversidade.

Logo no início ficaram evidentes as transformações que o ambiente do futuro Brasil foi sofrendo até chegar à construção das cidades. Aos poucos as florestas foram sendo substituídas por campos agrícolas e asfaltos. Essas cidades que abrigam diferentes tipos de pessoas e culturas, cada um com uma característica e história. Numa mistura tão diversa como essa, por que a intolerância? Por que não aceitar o outro? Foi a mensagem passada.

Outro foco da abertura foi o plantio de sementes feito pelos mais de 10 mil atletas da competição. Essas mudas serão plantadas, ano que vem, numa área chamada Bosque dos Atletas. No final do desfile deles, as estruturas onde os tubetes estavam colocadas formaram os anéis olímpicos na forma de árvores, como se vê na imagem do começo desse texto.

A mensagem foi passada com êxito. As pessoas saíram dali com algo a mais na mente talvez aquela sensação de que podem fazer algo. Sinceramente? É o que espero. Sem forçar a barra e parecer chato, a cerimônia conseguiu mostrar a diferença de um ambiente preservado e um destruído, além das consequências de um grave desastre ambiental.

Depois disso, mais uma vez venho dizer que é urgente a mudança de comportamentos, de todas as pessoas, das comuns aos governantes. Muitas vezes são eles que precisam ser mais firmes para a conservação ocorrer de fato. Para que outros desastres de Mariana não ocorram, que novas leis sejam propostas e aprovadas, além de fiscalizações e punições mais rígidas. Somente com ações conjuntas, como dos atletas em busca do ouro, vão ser vitoriosas para alcançar a maior premiação possível: um planeta sadio para se viver.

Que essa cerimônia tenha conseguido cumprir seu papel. Pois além de abrir a maior competição esportiva do planeta, bilhões de pessoas viram a mensagem de amor e respeito às todas as formas de vida. Que cada um leve isso como meta de vida a partir de agora...
Muito mais que uma competição esportiva Muito mais que uma competição esportiva Reviewed by Túlio Lima Botelho on 12:00 Rating: 5

Nenhum comentário: